LARANJA

laranja

Laranja para o Mercado de Fresco

ENERGIA

42 Kca

GORDURAS

0,6 Grs

PROTEÍNAS

0,7 Grs

HIDRATOS DE CARBONO

8,6 Grs

VITAMINA C

60 mgrs


Ficha Técnica do Produto LARANJA PARA O MERCADO DE FRESCO (1)

Produtos

Laranja Newhall

Laranja Valência Late (D. João)

Laranja Washington Navel (Baia)

Laranja Navelate

Laranja Rhode

Laranja Lane Late

Características
mínimas
(1)

Inteiros; isentos de pisaduras e/ou de golpes cicatrizados extensos; sãos (excluindo os produtos atingidos por podridão ou por alterações tais que os tornem impróprios para consumo); limpos, praticamente isentos de matérias estranhas visíveis; praticamente isentos de parasitas; isentos de qualquer princípio de dessecação e de desidratação; isentos de qualquer deterioração provocada por baixas temperaturas ou pela geada; isentos de ataques de parasitas na polpa; isentos de humidades exteriores anormais; isentas de odores e/ou sabores estranhos (esta disposição não impede o odor que possa ser causado por um conservante utilizado, em conformidade com as disposições comunitárias nesta matéria).

Composição nutricional
por 100 g
(2)

LARANJA
Por 100 g % DR*

● Energia

177 kJ/42 kcal 2,1

● Lípidos

0,2 g 0,3

dos quais

● saturados

0 g 0

● Hidratos de Carbono

8,9 g 3,4

dos quais

● açúcares

8,9 g 9,9

● Fibra

1,8 g

● Proteínas

1,1 g 2,2

● Sal

0 g 0
Por 100 g % VRN **

● Vitamina C

57 mg 71,3
* Dose de referência para um adulto médio (8 400 kJ/2 000 kcal).
** Valores de Referência do Nutriente

Teor mínimo de sumo

(%peso total do fruto)
(1)

Laranjas sanguíneas: 30 %

Laranjas de umbigo: 33 %

Outras variedades: 35 %

Coloração
(1)

Típica da variedade, admitindo-se uma tolerância da coloração verde clara, que não deve exceder 1/5 da superfície do fruto, tendo em conta a variedade e o período de colheita desde que o teor mínimo de sumo seja cumprido.

Índice de maturação
(1)

Laranja New Hall; Laranja Rhode; Laranja Lane Late;

Laranja Navelate

6.5

Valencia Late (D.João)

6.5

Classificação (1)

Categoria I

Categoria II

Calibre (1)

2 a 10

Embalagem

Caixa plástico alugada

Caixa de cartão (Cacial e cliente)

Caixa de madeira (Cacial e cliente)

Caixa de plástico (Cacial e cliente)

GIR SAC em caixas madeira

GIR SAC em caixa plástico alugada

GIR SAC em caixas de cartão

Em camada (Com ou sem alvéolos em caixa plástico alugada, cartão, madeira, plástico cliente).

Rotulagem
(1)

Identificação: Embalador e/ou expedidor (nome e endereço ou identificação simbólica emitida ou reconhecida por um serviço oficial).

Natureza do produto: Nome da variedade

Origem do produto: País de origem, marca do cliente, denominação (IGP).

Características Comerciais: Categoria; Calibre; Indicação da utilização de fungicida; Indicação de fruto encerado; Indicação de fruto desverdizado.

Desverdização (3)

Temperatura = 22/24 °C; Etileno = 5 ppm., HR = 90-95%; 0,1-0,2 ppm CO2; 21% O2;

Tratamentos Pós-Colheita

Sempre que as condições ambientais o justificarem utilizando os produtos fitofarmacêuticos autorizados. Aplicação de ceras de conservação.

Armazenamento (3)

Entre 5 e 10 ºC; HR = 85 – 90 %

Transporte (3)

Entre 3 e 10 ºC

(1) CBP/4.10a – Norma de comercialização aplicável aos citrinos;

(2) Tabela da Composição de Alimentos (TCA), Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, http://www.insa.pt

(3) Mazzuz, Carina (1996) refª completa

Categoria I

Os citrinos incluídos nesta categoria devem ser de boa qualidade. Devem apresentar as características típicas do cultivar, tendo em conta o período de colheita e as zonas de produção. Nesta categoria admitem-se alguns defeitos, desde que não prejudiquem o aspecto do fruto e a sua conservação. Entre eles, admitem-se defeitos ligeiros na forma; na coloração; na epiderme (manchas prateadas, queimaduras, etc); e defeitos ligeiros de origem mecânica, tais como, golpes, sinais de granizo, golpes de manuseamento, etc.

Categoria II

Esta categoria inclui os citrinos que, no seu conjunto, não podem ser classificados nas categorias superiores, mas que correspondem às características mínimas anteriormente definidas. São admitidos defeitos de forma, de desenvolvimento e de coloração, desde que não prejudiquem, significativamente, nem o aspecto geral, nem a conservação dos frutos de um determinado lote.


Calibre

Escala de diâmetros (mm)

2

84-96

3

81-92

4

77-88

5

73-84

6

70-80

7

67-76

8

64-73

9

62-70

10

60-68

Embalamento

Caixa 60x40x10 1 camada Laranja

Caixa 60x40x17 2 camadas Laranja

Caixa 60x40x17 Granel Laranja



Caixa choupo 2 camadas 10 kg Laranja

Girsac 2kg laranja

Laranja com folha