Ir para conteúdo

Últimas Notícias

Sem resultados a apresentar
Produtores de citrinos do Algarve juntam-se a pensar na internacionalização
21 fevereiro, 2019

Produtores de citrinos do Algarve juntam-se a pensar na internacionalização

Junta nove dos principais produtores de citrinos do Algarve, que, entre si, produzem mais de cem mil toneladas destes frutos por ano, o que representa 30% da produção algarvia . A associação AlgarOrange nasceu em Agosto passado para «potenciar, valorizar e defender os citrinos do Algarve», mas também com o objetivo de consolidar a internacionalização deste setor. A Cacial, a Frusoal, a Frutalgoz, a Frutas Martinho, a Frutas Tereso, a Machorra e Filhos, a Parafrutas, a Matinhos e a Frutas Lurdes Guerreiro e Filhos são os sócios fundadores da associação, que se deu a conhecer durante a conferência Laranja XXI, realizada no âmbito de mais uma Mostra Silves Capital da Laranja. Segundo José Oliveira, da Cacial e presidente da AlgarOrange, o objetivo primário desta associação é «promover a união e organização do setor dos citrinos», na região. «O interesse individual de cada produtor pode ser ligado ao interesse coletivo. Penso que já há uma maturidade na fileira que permite atingir este objetivo, apesar de não ser fácil», declarou. «Cada um de nós pensa, pelos conhecimentos ou potencial que tem, que é capaz de vender melhor que todos os outros. Isso não é verdade. O que estamos a fazer é degladiar-nos e a prejudicar-nos uns aos outros», reforçou José Oliveira, durante a conferência Laranja XXI, que o Sul Informação acompanhou. Leia a notícia completa aqui.
Um símbolo chamado Laranja do Algarve
8 fevereiro, 2019

Um símbolo chamado Laranja do Algarve

Da terra nascem produtos que animam a economia da região. O verde contrasta com os tons fortes de um dos citrinos produzidos naquele que é considerado o maior pomar de Portugal. O Algarve não é apenas um destino de turismo. Também a agricultura tem um lugar de destaque. A Laranja algarvia ganhou prestigio no país e além fronteiras. Entre os seus produtores destaca-se a CACIAL, cooperativa que comercializa mais de 25 milhões de quilos por ano, e um volume de faturação de 17 milhões de euros. Leia a notícia completa aqui. 
A Cacial representa Laranja Algarvia em feira internacional
12 outubro, 2018

A Cacial representa Laranja Algarvia em feira internacional

A CACIAL representa Laranja Algarvia em feira internacionalA CACIAL, Cooperativa Agrícola de Citricultores do Algarve, C. R. L., apresenta-se pela primeira vez como expositor na feira internacional de frutas e vegetais, Fruit Attraction, que decorre de 23 a 25 de outubro, em Madrid.A participação da CACIAL, naquela que é uma das feiras mais importantes do setor hortofrutícola, faz parte da estratégia de internacionalização que tem como objetivo exportar não só a emblemática laranja algarvia, como também, a clementina e o limão. A CACIAL pretende contribuir para a promoção internacional dos citrinos algarvios que já são reconhecidos, em diversos países, pela sua frescura, harmonia de aromas e equilíbrio entre a doçura e acidez.Esta será também a ocasião para divulgar a nova imagem e posicionamento da CACIAL cujo objetivo é o contínuo crescimento e fortalecimento económico dos seus parceiros produtores. A CACIAL é parceira de toda a Grande Distribuição em Portugal e exporta para diferentes países na Europa, América do Norte, América do Sul e África.Representando atualmente cerca de 200 produtores locais e com um volume de negócios a rondar os 14 milhões de euros anuais (2017), a CACIAL processa anualmente 27 mil toneladas de fruta.Sobre a CACIAL:A Cooperativa Agrícola de Citricultores do Algarve, C.R.L., CACIAL, foi criada a 6 de agosto de 1964 por alguns produtores de citrinos do Algarve.Atualmente representa cerca de 200 produtores, certificados no modo de produção integrada, num total de plantação de 1200 hectares que produzem 27 mil toneladas de fruta por ano.No total, a CACIAL comercializa cerca de 15 variedades de laranja, clementinas e limões produzidas na região com recurso a técnicas agrícolas adequadas, bem como a aplicação de estratégias de proteção integradas, garantindo a fiabilidade e qualidade dos citrinos e contribuindo para a proteção do meio ambiente.Para além da garantia da Indicação Geográfica Protegida, a CACIAL opera com a certificação HACCP, GLOBAL GAP – Produção integrada, GRASP e SEDEX.A CACIAL encontra-se a desenvolver um projeto de internacionalização, poiado por Portugal e União Europeia, com o objetivo de reforçar a sua posição nos mercados onde já atua e entrar em novos mercados internacionais. A CACIAL espera ser reconhecida como um operador de referência no mercado nacional e internacional do comércio de citrinos.Sobre a Fruit Attraction:Feira internacional dedicada à Indústria Hortofrutícola que decorre anualmente em Madrid. Este ano celebra a 10ª edição, com mais de 1 600 expositores e 70 000 profissionais de 120 países.www.fruitattraction.com Para mais informações contactar:Eng, Horácio Ferreira, CacialDiretor Geralhoracioferreira@cacial.comTel: +351 289 816 402  
Especialistas nacionais e espanhóis falam sobre laranjas e citricultura em Silves
3 fevereiro, 2017

Especialistas nacionais e espanhóis falam sobre laranjas e citricultura em Silves

«Este é um fórum de discussão e debate que consideramos há muito fazer falta», refere Rosa Palma, presidente da Câmara de Silves. Na opinião da autarca, «a citricultura é uma das mais decisivas e estruturantes atividades do concelho e da região e é necessário trazer temas atuais, de modo a modernizar práticas, mas sobretudo a refletir sobre os caminhos que nos permitirão promover o crescimento sustentado e a promoção desta atividade, que é sinónimo de qualidade e prestígio para Silves e para a região». Ao longo de todo o dia, no auditório da Fissul, serão debatidos temas centrais para a produção e produtores de citrinos. Durante a manhã, a primeira comunicação, da responsabilidade de Júlio Manuel Isidoro Cabrita, da Direção de Serviços de Investimento da Direção Regional de Agricultura e Pescas do Algarve (DRAPAlg), irá centrar-se no “Financiamento no âmbito do PDR2020”. Tendo em consideração que os períodos de candidatura estão em curso, este poderá ser um tema de grande importância para os agricultores, que terão a oportunidade de esclarecer dúvidas. Questões de natureza técnica também serão motivo de análise, nomeadamente a “Lei da aplicação de Produtos Fitofarmacêuticos/Inspeção de Pulverizadores”, que Celestino Soares, técnico da DRAPAlg abordará na sua comunicação. As “Pragas e doenças emergentes/Inimigos de Quarentena, relacionados com a cultura dos citrinos” serão vistas com a ajuda do técnico da Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) João Nuno Barbosa. Já depois da pausa para almoço, “A qualidade dos citrinos do Algarve: ameaças, desafios e oportunidades” será vista em detalhe por Amílcar Duarte, professor da Universidade do Algarve, enquanto a “Produção de citrinos em modo Biológico na Andaluzia/Espanha” será explicada e apresentada por Francisco José Arenas, técnico da IFAPA da Junta da Andaluzia. A conferência terminará com uma mesa redonda, cujo tema central é um dos que mais preocupa o sector e mais polémica gera: “Produção, Comercialização e Distribuição de Citrinos no Algarve”. Presentes estarão diversas empresas ligadas à produção e comercialização (nomeadamente Cacial, Frutas Mourinho, Frusoal, Frutas Martinho e Frutas Lurdes). Leia a notícia completa aqui. 
Citrinos do Algarve | Imagens de Marca | Marcas da Terra
9 maio, 2013

Citrinos do Algarve | Imagens de Marca | Marcas da Terra

Programa Imagens de Marca – Marcas da Terra aqui.  Esta peça do Programa "Imagens de Marca" quis perceber como está a ser rentabilizado o capital emocional gerado pelos nossos produtos e qual a estratégia necessária para dar ainda mais projeção às Laranjas e Citrinos do Algarve. São também várias as parcerias com produtores locais que estão na raiz da qualidade e sustentabilidade da marca Vida Auchan. Uma aposta do grupo francês da Grande Distribuição para competir dentro de uma oferta de qualidade nos produtos frescos. É o nosso destaque na rubrica Marcas da Distribuição.
HORTINET - Hortícolas em Rede | Interagir para Competir
8 novembro, 2012

HORTINET - Hortícolas em Rede | Interagir para Competir

A FNOP – Federação Nacional das Organizações de Produtores de Frutas e Hortícolas é uma entidade que representa as Organizações de Produtores (OPs) e Agrupamentos de Produtores (APs) de frutas e hortícolas suas associadas. Na procura de atingir os seus objetivos decidiu efetuar um inquérito sobre o CONSUMO DE HORTOFRUTÍCOLAS EM PORTUGAL. Trata-se de um inquérito on-line, de fácil e rápida resposta, mas que muito contribuirá para que a FNOP conheça o comportamento e os hábitos de consumo destes produtos no nosso país, o que lhe permitirá apoiar o sector para que este contribua de forma efetiva para o crescimento económico do país.Nesse sentido será muito importante o apoio na difusão deste inquérito na medida em que lhe for possível, pois isso proporcionará alcançar um leque grande e variado de consumidores permitindo tirar conclusões com valor estatístico.Poderá aceder ao inquérito on-line em: https://www.survs.com/survey/65A63SBHZDA FNOP agradece a colaboração de todos.